Um homem de fé

cardeal patriarca_01Muito já se disse sobre D. José Policarpo. No entanto, importa que nos questionemos sobre o porquê daquela personalidade tão rica – muitas vezes polémica, ainda que sem o procurar intencionalmente – e nunca “banal”, daquele que foi o nosso Pastor durante 15 anos.

A primeira vez que o vi, já no longínquo ano de 1980, estava a rezar; a última vez, no dia da sua passagem para o Pai, estávamos num retiro de oração, em Fátima. (…). D. José confessava-se um tímido frente à novidade das situações que se lhe deparavam, mas nunca fugiu de enfrentar um desafio. Nunca quis ser herói, mas agigantava-se quando a situação concreta o requeria. Viveu todos os momentos desta vida na terra mas (sobretudo nos últimos anos) com o desejo do céu.

Olhando agora para os principais desses momentos, creio poder afirmar que toda a personalidade de D. José Policarpo tinha como fundamento a fé em Jesus – aquela atitude que, como teólogo, estudou e ensinou, mas que, como homem e como sacerdote, procurou viver cada vez melhor. D. José Policarpo era, sobretudo, homem de fé, homem de encontro com Deus e em cuja vida Deus tinha o primeiro lugar.

Se dúvidas houvesse, recordemos apenas as suas palavras no final da celebração do Corpo de Deus do ano passado, quando D. José Policarpo partilhou com todos o que lhe ia no coração: “Confesso que já estou com saudades, mas vamos continuar unidos como membros desta Igreja que amamos. Até aqui vós sabíeis como é que me havíeis de encontrar. A partir daqui nem eu sei garantir-vos, mas há um segredo que vos queria dizer: quando estiverdes a adorar o Senhor diante da Eucaristia é muito provável quer me encontreis lá”.

Tenho a certeza de que o encontramos lá.

D. Nuno Brás, in semanário Voz da Verdade (23 de Março de 2014), p. 24

+ ver todos os artigos +

horarios

Horários

    Missas

    • Sábado
    • 17h (vespertina)
      19h
      Capela de St.º António
      Igreja Matriz
    • Domingo
    • 9h30
      11h30
      19h
      Igreja Matriz
      Igreja Matriz
      Igreja Matriz
    • Semana
    • 2.ª a 6.ª feira
      3.ª e 5.ª feira
      19h
      9h30

    Acolhimento

    • Para diálogo, Sacramento da Reconciliação ou aconselhamento espiritual.
    • 3.ª feira
      4.ª feira
      5.ª feira
      6.ª feira
      17h-18h30
      17h-18h30
      10h-11h30
      17h-18h30
    • Outros momentos, fora destes períodos, poderão ser combinados.

    Abertura/Fecho da igreja

    • De segunda a sexta:
    • 9h-12h 17h-19h30
    • Sábado:
    • 9h-12h 17h-20h
    • Domingo:
    • 9h-12h30 17h-20h
avisos

Informações