Aquivos por Autor: Manuela Gonzaga

← Older posts

NOC | O Mandamento do Amor

Publicado em Destaques

Sustento Financeiro da Paróquia

Para além do que é partilhado no ofertório das Eucaristia, … >> continuar a ler

Publicado em Notícias

NOC | 29 outubro, 21h30

Na próxima sexta-feira dia 29 de outubro, pelas 21h30, haverá Noite de Oração Comunitária subordinada ao tema O Mandamento do Amor. A entrada será pela porta 25. Toda a comunidade paroquial está convidada a participar.

Publicado em Uncategorized

JMJ 2023 | Amadora a Caminho!

Ao longo de uma semana, milhares de jovens de diferentes … >> continuar a ler

Publicado em Notícias

«Que eu veja!»

A situação inicial do cego Bartimeu (que jaz na escuridão, dependente, acomodado, conformado) evoca uma realidade que conhecemos bem. Evoca a condição do homem escravo, prisioneiro do egoísmo, do orgulho, dos bens materiais, da preguiça, da vaidade, do êxito; evoca a condição daquele que está acomodado na sua situação de miséria, instalado nos seus preconceitos e projectos pessoais, conformado com uma vida de horizontes limitados; evoca a condição daquele que se sente refém dos seus vícios, hábitos e paixões e que sente a sua incapacidade de romper, por si só, as cadeias que o impedem de ser livre. Esta situação será uma situação insuperável, a que o homem está condenado de forma permanente?A Palavra de Deus que nos é proposta garante-nos que a situação do homem cego, prisioneiro da escuridão, não é uma situação incontornável, obrigatória, sem remédio. Jesus veio ao mundo, enviado pelo Pai, com uma proposta de libertação … >> continuar a ler

Convívio – Série II n.º 733

Domingo XXX do Tempo Comum – Ano B

Publicado em Convívio, Publicações

Eucaristias de 23 e 24 de outubro | JMJ Lisboa 2023

O lema da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 … >> continuar a ler

Publicado em Notícias

23 outubro, 21h30 | Apresentação do livro

Publicado em Destaques

«O Filho do homem não veio para ser servido»

O episódio que nos é hoje proposto como Evangelho mostra, contudo, a dificuldade que os discípulos têm em entender e acolher a proposta de Jesus. Para Tiago, para João e para os outros discípulos, o que parece contar é a satisfação dos próprios sonhos pessoais de grandeza, de ambição, de poder, de domínio. Não os preocupa fazer da vida um serviço simples e humilde a Deus e aos irmãos; preocupa-os ocupar os primeiros lugares, os lugares de honra. Jesus, de forma simples e direta, avisa-os de que a comunidade do Reino não pode funcionar segundo os modelos do mundo. Aqui não há meio-termo: quem não for capaz de renunciar aos esquemas de egoísmo, de ambição, de domínio, para fazer da própria vida um serviço e um dom de amor, não pode ser discípulo desse Jesus que veio para servir e para dar a vida. In site dos Dehonianos

Convívio – Série II n.º 372

Domingo XXIX do Tempo Comum – Ano B

Publicado em Convívio, Publicações
← Older posts

horarios

Horários

    Missas

    • Sábado
    • 17h (vespertina)
      19h
      Capela de St.º António
      Igreja Matriz
    • Domingo
    • 9h30
      11h30
      19h
      Igreja Matriz
      Igreja Matriz
      Igreja Matriz
    • Semana
    • 2.ª a 6.ª feira
      3.ª e 5.ª feira
      19h
      9h30

    Acolhimento

    • Para diálogo, Sacramento da Reconciliação ou aconselhamento espiritual.
    • 3.ª feira
      4.ª feira
      5.ª feira
      6.ª feira
      17h-18h30
      17h-18h30
      10h-11h30
      17h-18h30
    • Outros momentos, fora destes períodos, poderão ser combinados.

    Abertura/Fecho da igreja

    • De segunda a sexta:
    • 9h-12h 17h-19h30
    • Sábado:
    • 9h-12h 17h-20h
    • Domingo:
    • 9h-12h30 17h-20h
avisos

Informações