A bênção da crise

«Albert Einstein tinha as suas razões e as suas convicções para dizer que a “crise” é a maior bênção que pode acontecer às pessoas e aos países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia assim como o dia nasce da noite “escura”.

Perante a realidade nua e crua da crise, que não é somente económica e financeira, mas também espiritual e moral, somos tentados ao desalento. Corremos, assim, mais o risco de morrermos da cura do que do sofrimento.

A história confirma que das crises emergem as virtudes, as ideias e os grandes propósitos que originam novo desenvolvimento. (…). É na crise que aflora o melhor de cada um. Por isso, volto à exortação de Einstein: “Trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”.

Sintoma da crise é o medo dos portugueses com a vontade amolecida pelas adversidades. Mais grave ainda, quando muitos, a quem roubaram a esperança, já se dão por desistentes e vencidos, como se entrassem no inferno.

Tem razão o Papa Francisco para não se conformar com a economia “sem rosto”, que esquece as pessoas e agrava as desigualdades, em nome de “ideologias que promovem a autonomia absoluta dos mercados e a especulação financeira”. (…) Para o Papa, a causa da crise está na “recusa da ética” e “de Deus”, com a “divinização do dinheiro e do poder”.

Ninguém se julgue dispensado de lutar contra a crise, culpado os outros para se dispensar de dar o corpo ao manifesto.»

Rui Osório, em revista Mensageiro de Santo António
(Ano XXIX, n.º 6) 2013

+ ver todos os artigos +

horarios

Horários

    Missas

    • Sábado
    • 17h (vespertina)
      19h
      Capela de St.º António
      Igreja Matriz
    • Domingo
    • 9h30
      11h30
      19h
      Igreja Matriz
      Igreja Matriz
      Igreja Matriz
    • Semana
    • 2.ª a 6.ª feira
      3.ª e 5.ª feira
      19h
      9h30

    Acolhimento

    • Para diálogo, Sacramento da Reconciliação ou aconselhamento espiritual.
    • 3.ª feira
      4.ª feira
      5.ª feira
      6.ª feira
      17h-18h30
      17h-18h30
      10h-11h30
      17h-18h30
    • Outros momentos, fora destes períodos, poderão ser combinados.

    Abertura/Fecho da igreja

    • De segunda a sexta:
    • 9h-12h 17h-19h30
    • Sábado:
    • 9h-12h 17h-20h
    • Domingo:
    • 9h-12h30 17h-20h
avisos

Informações